Destaque
NOTÍCIA | 1 Fevereiro 2024

"Reino da Paródia" revisita história do Carnaval de Torres Vedras

Uma exposição que dá a conhecer a história do Carnaval de Torres Vedras foi inaugurada na noite do passado dia 26 de janeiro, no Centro de Artes e Criatividade.

Concebida e executada pela Câmara Municipal, essa mostra, denominada Reino da Paródia - 100 anos do Carnaval de Torres Vedras, é constituída por painéis explicativos, elementos multimédia, documentos e objetos de grande dimensão, dividindo-se em cinco núcleos que seguem uma sequência cronológica: “O Carnaval de rua impulsionado pelos republicanos locais” (núcleo relativo aos antecedentes e início do Carnaval de Torres Vedras); “Carnaval de Torres, o melhor do país” (núcleo relativo ao período que vai de 1924 ao final da década de 1930); “Carnaval no pós-guerra” (núcleo relativo às décadas de 1940 e 1950); “A Revitalização do Carnaval” (núcleo relativo às décadas de 1960 e 1970); e “A mediatização do Carnaval” (núcleo relativo ao período que vai desde a década de 1980 até ao presente).






 

Na inauguração da exposição esteve presente a presidente da Câmara Municipal, Laura Rodrigues, que, na ocasião, referiu que a mostra constitui-se como um marco no processo de aprofundamento do conhecimento da história do Carnaval de Torres Vedras, sendo uma iniciativa que traz desde já à superfície alguns dados menos conhecidos dessa história. Ainda segundo palavras proferidas pela presidente da Câmara Municipal, Reino da Paródia - 100 anos do Carnaval de Torres Vedras pretende homenagear um conjunto de cidadãos e instituições que participaram na organização e construção desta festividade.

Também a vereadora da Cultura da Câmara Municipal, Ana Umbelino, marcou presença na inauguração da exposição, tendo aproveitado, na sua alocução, para efetuar um balanço da atividade do Centro de Artes e Criatividade (o qual foi inaugurado no dia 25 de abril de 2021), a partir dos respetivos eixos programáticos que são: estimular o estudo e o conhecimento das temáticas ligadas ao Carnaval, à máscara, ao humor e à sátira; salvaguardar e divulgar o espólio documental e artístico relacionado com o Carnaval de Torres Vedras e as temáticas a ele associadas; e desenvolver expressões artísticas que permitam o rejuvenescimento das linguagens plásticas de elementos decorativos, da música e das coreografias utilizadas no Carnaval. Nessa abordagem, frisou a qualidade das exposições que têm sido proporcionadas no Centro de Artes e Criatividade, o vasto conjunto de ações que têm sido dinamizadas pelo serviço educativo do mesmo, o trabalho de recolha de memórias relacionadas com o Carnaval de Torres Vedras que tem sido efetuado (a partir do registo de testemunhos) e a incorporação de espólios particulares também relacionados com essa festividade. Em acréscimo, Ana Umbelino salientou o facto de o centro de documentação do Centro de Artes e Criatividade ter um caráter singular pela temática a que se dedica e dispor de um fundo bibliográfico que constitui um recurso importante para a comunidade e investigadores.

A finalizar o período de intervenções que aconteceu no âmbito da inauguração da exposição Reino da Paródia - 100 anos do Carnaval de Torres Vedras usou da palavra o diretor executivo do Centro de Artes e Criatividade, Rui Brás, que explicou, na ocasião, que a denominação da mostra foi inspirada numa expressão criada nos anos 30 para promover o Carnaval de Torres Vedras. Ainda na sua intervenção, Rui Brás recordou que o Centro de Artes e Criatividade tem se dedicado ao trabalho de estimular a criatividade contemporânea, sendo a criatividade uma das características principais dos festejos de Entrudo torrienses.

Após os discursos, o ato inaugural da exposição, o qual contou, saliente-se, com uma considerável presença de público, prosseguiu com uma visita-guiada à mesma, a qual foi orientada pela responsável pela museografia e conteúdos expositivos da mostra, Ana Almeida.

De referir que aos visitantes da exposição Reino da Paródia - 100 anos do Carnaval de Torres Vedras, que está patente no piso 0 do Centro de Artes e Criatividade, é proporcionado um audioguia, com o qual se pode aprofundar informação de contexto histórico sobre figuras do Carnaval de Torres Vedras e ficar a conhecer histórias curiosas e músicas do reportório musical do evento. Relacionado com a mostra, é ainda disponibilizado junto à mesma, em ecrãs interativos, um conjunto de conteúdos relativos ao Carnaval de Torres Vedras e ao Centro de Artes e Criatividade (que abarcam seis componentes temáticas: “Matrafonas”; “Carnaval e Máscara”; “Comunidade e Património Cultural Imaterial”; “Reinados dos Reis e Rainhas do Carnaval de Torres Vedras”; Coleção Museológica do CAC”; e “Crítica, Sátira Política e Literatura Carnavalesca”).    

Refira-se, ainda, que Reino da Paródia - 100 anos do Carnaval de Torres Vedras é complementada por "Carnaval de Torres em realidade virtual", uma experiência que é proporcionada no piso 1 do Centro de Artes e Criatividade, a qual oferece uma viagem pelo Carnaval de Torres Vedras através de imagens captadas durante a edição de 2023 do evento. 

Reino da Paródia - 100 anos do Carnaval de Torres Vedras é uma das atividades do programa comemorativo do centenário deste evento e pode ser visitada até 5 de março do próximo ano.

"Reino da Paródia" revisita história do Carnaval de Torres Vedras

Última atualização: 02.02.2024 - 15:06 horas


Outras notícias

15 Maio 2024

Festival “Bairros” assinalou o terceiro aniversário do Centro de Artes e Criatividade

O Centro de Artes e Criatividade (CAC) comemorou três anos de existênc...

Ver mais ›
21 Fevereiro 2024

Sobre o nosso olhar – Carnaval do Futuro

Está patente no Centro de Artes e Criatividade, desde dia 6 de feverei...

Ver mais ›
1 Fevereiro 2024

"Reino da Paródia" revisita história do Carnaval de Torres Vedras

A exposição "Reino da Paródia - 100 anos do Carnaval de Torres Vedras"...

Ver mais ›